Formação Missionária - Província Eclesiástica de Uberaba



“O Evangelho é Jesus Cristo vivo em nosso meio”


No dia 23 de julho de 2020, o COMISE (Conselho Missionário de Seminaristas) da Província Eclesiástica de Uberaba promoveu um momento formativo tendo como assessor dom Giuliano Frigeni (bispo da diocese de Parintins / AM). Além das dioceses que compõe a província, Uberlândia, Patos de Minas e Ituiutaba, participaram também outras arquidioceses e dioceses; a saber: Belo Horizonte - MG, Manaus - AM, Ribeirão Preto – SP; Januário - NG, Parintins - AM, São João da Boa Vista - SP, Jaboticabal – SP, Luz – MG, Itabira – MG, Amargosa – BA.

Dom Giuliano explanou sobre o tema: “Querida Amazônia: A formação presbiteral missionária como garantia de uma eclesiologia inculturada” em uma vídeo conferência. Esse mais novo método usado também para a evangelização possibilitou o alcance abrangente de muitas partes do Brasil, pois muitos seminaristas, por causa da pandemia e distância não seriam contemplados por essa importante contribuição para a formação.

O bispo partilhou emoções e fatos por ele vividos em Roma, por decorrência de sua participação no Sínodo. Partilhou também sobre a realidade do povo amazonense, realidade por diversas vezes desconhecidas pelas demais partes do Brasil e do mundo. Relatou a importância de uma verdadeira eclesiologia fiel a Igreja, mas acessível àquele povo que sofre de tantos males seja por falta de assistência religiosa ou social.

O bispo também comoveu a todos ao falar da fé e das manifestações religiosas do povo amazonense. Disse também que o missionário da Igreja deve ter Santa Maria Madalena como exemplo de missionária, de anunciadora do Cristo vivo, e por isso, dessa forma, nossa missão se configuraria a Cristo e não ao missionário, pois é preciso avançar fronteiras quando se trata de evangelização.

Falou também sobre o ensino nas comunidades distantes, que se dão de forma bem diferente de como temos nas escolas estruturadas que conhecemos. Abordou a questão da falta de conhecimento que agricultores e pecuaristas possuem por desmatar para cultivar, exaltando o conhecimento do indígena de produzir sem desmatar.

O bispo respondeu as mais diversas perguntas que foram feitas pelos seminaristas, questões que nos ajudaram a compreender com mais clareza a situação e a necessidade da região de uma forma mais carinhosa, sem esquecer-se da questão social, eclesial e também cultural. Sustentou que não existe uma cultura superior a outra que deve haver o respeito, a justiça e a unidade em favor do bem comum.

Por fim, os seminaristas de Parintins encerraram a conferência cantando a oração do Pai Nosso na língua Sateré-Mawé e os bispos presentes, Dom Giuliano, Dom Paulo Mendes Peixoto, Dom Claudio, Dom Aristeu e o padre Antônio Niemic (diretor das Pontifícias Obras Missionárias no Brasil), deram a benção, nos motivando a vivermos a missão na sua totalidade.


Seminarista Otávio Spineli - 4º Ano de Teologia


9 visualizações

Endereço:

Rua Cananéia, nº 387 - Caiçara

CEP 30770-120 • Belo Horizonte/MG

Contato: (31) 3653-0829

  • Facebook
  • Instagram

© 2016-2020 • Departamento de Comunicação - Seminário Arquidiocesano de Uberaba