Nos passos do Bom Pastor...



O período formativo dentro do seminário proporciona ao seminarista um enriquecimento não somente intelectual, mas espiritual e também eclesial. Esse período dividido em filosofia e teologia, garante ao vocacionado uma base fundamental para seus serviços pastorais. No decorrer dos 4 anos de teologia, o seminarista é admitido às ordens sacras, é instituído leitor e por último instituído acólito.

Esse pequeno resumo de uma caminhada vocacional, dentro do processo formativo, fez parte da minha vida. Foram várias etapas que se dividiram em vida comunitária, vida acadêmica, vida pastoral, vivência espiritual e agora a síntese vocacional. Ainda dentro do seminário, fui instituído acolito, momento ao qual me recordo com profunda alegria, pois pude partilhar deste júbilo com todos os seminaristas de nossa arquidiocese.

Desenvolvo minha síntese vocacional aqui na Paróquia São Judas Tadeu, em Uberaba. Aqui, fui muito bem acolhido por todos os agentes de pastoral, paroquianos e pelo próprio padre Juliano. Em nossa convivência partilharmos muito sobre a vida sacerdotal, seus compromissos, suas responsabilidades e a satisfação que é viver a vocação presbiteral.

Neste período de estágio, convivo mais de perto com o dia a dia de um padre, de uma rotina paroquial. O que era apenas nos finais de semana, quando ia para a pastoral, tornou-se uma atividade diária. Esse processo contribui para a vida pastoral, ministerial, humana e espiritual, pois exercemos continuamente a missão colocando em pratica tudo aquilo que o seminário oferece ao seminarista.

Querido povo de Deus, nesta caminhada necessitamos da oração de todos vocês, para atentos aos ensinamentos do Evangelho consigamos nos configurar ao Cristo Bom Pastor e verdadeiro sacerdote. Por isso peço que sempre rezem pedindo a Deus santas vocações, para que seminários, conventos e mosteiros tenham sempre jovens dispostos a abraçar a missão.


Seminarista Otávio Spineli - Síntese Vocacional



27 visualizações0 comentário